segunda-feira, setembro 10, 2007

# 002

- Mãe, tô co'a barriga doce!
Yiá secou as gota'sal d'olho amarelo.
Olho d'água tava seco já fazia muito.
- Por quê, minino?
- Comi muito - lambia seco a patinha do tiú.
Terra em que sol chovia só, reptil era banquete.
E o menino repi'tiu.
Com muito do pouco, ele já tava doce.
A'margura num tava nele,
só n'olho amarelo
do sol vermelho da idade.


2 comentários:

Anônimo disse...

"Yiá secou as gota'sal d'olho amarelo..."
parece Gramiro de Matos, dizendo:
"A mãe enxugou as lágrimas dos olhos..."
...é novo esse blog?

Roney Freitas disse...

É retomado!
(na verdade é velho)
Mas lavei
e tá novo ...Isabel?!

;^)